quinta-feira, 19 de outubro de 2017

fatias de pessoas



Inteiras são as pessoas
com várias vidas,
fatias e fases,

feitas
e temperadas a tempo.

Desarranjadas em corpo só seu
de emoções espalhadas
ao vento,
de sentires e gostos
submersos
na tona das marés.

Remendam-se pedaços
no cenário do todo,
onde cada um é uno
na diversidade
e parecença
da humanidade.

Seres construídos
em histórias,
lembranças,
e fragilidades
que nos partem
na unidade,
coesão própria das pessoas em fatias.


10 comentários:

Cláudia disse...

Super giro! Tão diferente..

Beijocas

Cidália Ferreira disse...

Lindo! =)

Beijinhos

emanuel moura disse...

Somos como um livro interminável de saberes ,maravilhoso querida amiga ,muitos beijinhos felicidades

Eros disse...

Puzzles humanos... autênticos.

Francisco disse...

Gostei muito :)

Beijinhos

Manuel Luis disse...

Cada fatia com funções diferentes num só corpo.
Deixo aqui uma fatia de mim a do carinho
Bjs

Graça Pires disse...

Um poema muito interessante. A desconstrução de um corpo. Um caos que volta a ser ordem...
Uma boa semana.
Um beijo.

Pedro Coimbra disse...

Sou muito mais dado a pessoas inteiras e transparentes.

Beatriz Bragança disse...

Minha querida
De facto, somos um composto muito heterogéneo.Dizem até que uma perna não é exactamente igual à outra...
Mas, dizê-lo dessa forma tão poética, só mesmo «uma pérola» da poesia.
Parabéns.
A imagem é muito a propósito do conteúdo.
Um beijinho
Beatriz

Zulmira Romariz disse...

Pérola, que pensamento tão único, é isso mesmo que somos,gostei, bjs